Os imóveis estão virando moedas de troca2 - Os imóveis estão virando moedas de troca

Os imóveis estão virando moedas de troca

Spread the love

Os imóveis estão virando moedas de troca?

Quem está no mercado imobiliário está preocupado. Parece que as pessoas estão voltando para a época em que os negócios eram feitos à base de troca.

Tem muitos querendo comprar um imóvel maior ou melhor, mas primeiro precisam vender o deles e como não conseguem vender acabam colocando que aceitam outro imóvel no negócio. Muitos precisam mudar de cidade ou estado e passam pela mesmo situação.

 

Os imóveis estão virando moedas de troca?

Iniciamos um projeto de venda de imóveis recentemente, no litoral de Santa Catarina e constatamos isso.. https://acheperto.com.br/imoveis/.

Por exemplo, anunciamos uma casa à venda na cidade de Piçarras. Dos interessados 86% queriam trocar por outro imóvel nas cidades próximas. Conversando com todos eles, constamos a dificuldade em vender seus imóveis para comprar outro.

Pensamos que era apenas nessa região, mas, descobrimos que em outros lugares, a situação é a mesma.

Em parceria com alguns corretores locais, na cidade de Botucatu – SP, iniciamos, a menos de um mês, um projeto de venda e avaliação de móveis. https://acheperto.com.br/botucatu/imoveis-venda-imobiliarias-botucatu/

Boa parte das casas, que estamos anunciando, os proprietários aceitam uma casa de menor valor no negócio. E para outros imóveis, os interessados também estão oferecendo outros imóveis na negociação.

Mas, as trocas de imóveis são muito complexas porque nem sempre os que tem disponíveis para troca atendem aos interessados com os quesitos como localização, tamanho, condições do imóvel e o valor. E enquanto um não se desfaz do imóvel o outro também não consegue vender o dele. Isso deixa os donos de imóveis usados, que estão ansiosos para vender, frustrados.

 

Os imóveis estão virando moedas de troca

Por que isso está acontecendo?

 

Por que os imóveis estão sendo usados como moeda de troca com mais frequência do que era a pouco tempo atrás?
Os especialistas falam de algumas das dificuldades que o mercado imobiliário está enfrentando.

Boom Imobiliário

A primeira tem a ver com o boom que deu há uns 10 anos atrás, onde imóveis que valiam R$ 30.000, de repente, passaram a valer quase R$ 100.000. Essa valorização demasiada e repentina dos imóveis acabou dificultando o sonho da casa própria para muitos.

Loteamentos com Infraestrutura

Loteamentos que lançavam lotes bem em conta em locais um pouco afastado da cidade, tiveram que aumentar consideravelmente os valores por causa das regras que foram impostas, onde todos os novos loteamentos têm que ter toda a infraestrutura.

Antes, simplesmente abriam-se as ruas, marcavam-se os lotes e a venda era feita, caindo bem o preço de cada terreno. Muitos ganharam bastante dinheiro nesse esquema. Eles compravam bem em conta e vendiam mais caro um tempo depois quando o loteamento começava a ficar habitado.

Agora os loteamentos já devem ter asfalto, água, luz e esgoto e esses valores são embutidos no preço dos lotes, tornando mais difícil a compra e investimento em lotes.

É por isso que a pouco tempo uma notícia mostrou que tem mais 30.000 lotes em estoque só na grande São Paulo.

Apartamentos e casas populares

 

Além dos loteamentos, as incorporadoras colocaram no mercado milhares de apartamentos e de casas populares. Acumulando bastante a oferta de imóveis, dificultando mais ainda a vida dos donos de imóveis usados quando precisam vendê-lo.

Mas essas incorporadoras não fazem um estudo de mercado antes de lançar seus empreendimentos de casas e apartamentos?

Sim eles fazem, mas não contavam com a crise que se abateu, com o caos político e com outro fator que também causou um grande impacto nesse setor.

A novas gerações não investem em imóveis

 

Segundo artigo recente, mostrou que a geração que era para pensar em comprar o seu terreno e construir, comprar um apartamento, uma casa, etc, estão tendo outros alvos na vida. Houve uma mudança de comportamento nas novas gerações.

Estão mais concentrados nos estudos, em viagens, carreiras e outros assuntos, pensando em sensações e emoções e deixam para depois o sonho da casa própria.

Enquanto isso, continuam a morar com os pais. Deixaram de lado a preocupação que as gerações anteriores tinham, adquiridas de pais e avós, de fazer o pé de meia, de constituir família, de ter a própria casa. Essa decisão, das novas gerações, de continuar morando com os pais fez com que se acumulassem uma boa quantia de imóveis ainda disponíveis para a venda.

Resumo do porque da troca de imóveis

 

Com essa grande quantidade de imóveis novos à venda e com facilidade de financiamento, por estarem com a documentação em ordem, tem tornado difícil a vida de quem quer vender seu imóvel usado. Por isso acabam colocando eles no negócio quando precisam mudar de cidade, de bairro, mudar para um apartamento ou quando querem ter uma casa nova.

O setor imobiliário está com muitas expectativas para 2019, mas ainda é cedo para saber. Fiquem atentos porque vamos falar mais sobre o assunto.

Num próximo artigo vamos mostrar o que levar em conta ao investir em um imóvel. Isso vai ajudar você a não ter problemas no futuro na hora que precisar vender seu imóvel.

 

 

SOBRE

 

CONTATO

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *